2 semanas atrás - por Yasmin Vitoria
Curiosidades sobre MAGICO DE OZ

Curiosidades sobre MAGICO DE OZ: A MISTERIOSA MENSAGEM NO JAQUETA DO MAGO

Lançado em 1939 pela MGM e dirigido por Victor Fleming (E o Vento Levou), O Mágico de Oz, o filme homônimo baseado na imaginação literária de L. Frank . baseado na árvore, é um clássico do cinema que ainda encanta milhões de fãs ao redor do mundo, tanto pela comovente história quanto pela apresentação de detalhes que iam além da produção cinematográfica convencional da época.

 

O enredo conta a aventura de Dorothy Gale (Judy Garland), uma garota que é misteriosamente transportada para um mundo mágico por um furacão e lá encontra um distinto grupo de amigos que emergiu de um espantalho (Ray Bolger), um homem de lata (Jack Haley) e um leão covarde (Bert Lahr). Enfrentando as incertezas da velhice e os problemas de seus novos companheiros de viagem, Dorothy descobre que uma poderosa bruxa malvada (Margaret Hamilton) está oprimindo o país e enfrentá-la pode ser sua única chance de voltar para casa.

O filme, que foi indicado a seis Oscars e ganhou dois prêmios, é uma verdadeira homenagem ao autor L. Frank Baum, que escreveu quase quinze livros sobre o mundo de Oz e criou um universo repleto de detalhes fantásticos. Para fazer jus a uma obra tão rica, os produtores de Hollywood aperfeiçoaram as referências, mesmo que algumas delas surgissem por acaso, como foi o caso da capa do Professor Marvel (Frank Morgan).

 

O impressionante Mágico de Oz

Ao longo do processo de filmagem, Frank Morgan provou ser o ator mais versátil do set, interpretando o homem por trás da cortina, o taxista que dirige o cavalo colorido, um guarda no Palácio de Oz o mago e o segurança do Palácio. Mas seu grande papel era o Professor Marvel, um scammer vagabundo decadente que oferece serviços com a mensagem de que li seu passado, presente e futuro em uma bola de cristal e cuja carruagem cafona o anuncia como sendo elogiado pelos Chefes da Coroa da Europa.

Para recriar o personagem, o estúdio enviou seus figurinistas a um brechó de Hollywood e os contratou para encontrar o casaco ideal para o icônico cigano. Eles queriam provar a grandeza do casaco do Professor Marvel. Um casaco bonito, mas muito esfarrapado, explicou a crítica de cinema Mary Mayer. Então, o departamento de vestiários foi a uma velha loja de roupas usadas na rua principal e comprou um cabide inteiro. Frank Morgan, o figurinista, e Victor Fleming se reuniram e escolheram um. Era uma espécie de casaco do Príncipe Albert. Era de tecido preto e tinha uma gola de veludo, mas o veludo estava todo gasto.

Depois que Morgan experimentou a roupa no set, Morgan acidentalmente vasculhou os bolsos da jaqueta e acabou encontrando uma nota confirmando o antigo dono da peça. E para a surpresa de todos, o casaco havia sido encomendado há muitos anos por ninguém menos que o autor da história original, L. Frank Baum, em uma reviravolta chocante que mais tarde foi confirmada pelo alfaiate e pela viúva da família Baum.

Coincidência continua sendo uma das maiores lendas de Hollywood até hoje e prova que a magia de Oz foi muito além da tela de prata e de seu tempo.

<