1 mês atrás - por Yasmin Vitoria

Oficiais da marinha italiana encontraram um tubarão com “cara de porco” nas vizinhanças da Ilha de Elba, localizada no Oceano Mediterrâneo. O bicho, integrante da interessada tipo Oxynotus centrina, encontrava-se boiando, falecido, quando foi identificado e recomenda ser uma das vítimas acidentais da caça predatória nas águas da local.

As gravuras do bicho viralizaram nesta terça-feira (14) e exibiram uma gravura esquisita, sem dúvida fugindo abundante dos tubarões tradicionais. Isso porque, além de o O centrina dispor um cara que se assemelha à rosto de um porco, demonstra vistas inchados e com o entorno avermelhado, além de emitir um ruído parecido com o rosnado suíno depois ser recolhido das águas .

Curiosamente , esse caso não é o pioneiro sobre o reunião de tubarões bizarros no Oceano Mediterrâneo, já que em julho de 2019 pescadores regiões identificaram um tubarão nu , ou seja , sem derme ou dentes , que morava uma vivência habitual até ser recolhido da água. Conforme biólogos, a abundante participação dos peixes no costa europeu é provável graças às barbatanas dorsais espinhosas e corpos relativamente enormes, que permitem a sobrevivência em centros de pesca predatória.

O tubarão-áspero-angular com cara de porco

Com volume mediano de até 60 centímetros em pessoas adultos, o tubarão-áspero-angular tem um tamanho corporal achatado em conexão aos outros turmas e é apto de suportar profundidades de até 780 metros. Além de habitar quase todas as costado do Mediterrâneo, o bicho se comporta em zonas do Oceano Atlântico ocidental e pode ser encontrado no norte e sul do continente africano, o besta se alimenta de crustáceos e diminutos bichos marinhos.

De conformidade com a Lista Vermelha de Tipos Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Meio ambiente (IUCN), o tubarão com “fonte de porco” é visto uma tipo indefeso, e suas populações estão em desmoronamento há décadas, posicionadas em um degrau embaixo do condição de ameaçadas.

Fonte: Tratamento para alcoólatra